DIFERENÇAS ENTRE LAMBRUSCOS E PROSECCO

DIFERENÇAS ENTRE LAMBRUSCOS E PROSECCO

O Lambrusco e o Prosecco são dois famosos vinhos espumantes italianos bem conhecidos no Brasil. O Lambrusco basicamente é um vinho frisante e não espumante. Ele não possui aquela cremosidade dos Champagnes e nem tantas bolhinhas como o Prosecco.  Diferentemente do Champagne, que tem sua segunda fermentação realizada na garrafa, o Lambrusco, fermenta dentro de tanques de inox. O nome Lambrusco vem da própria uva, Lambrusco, e ele pode variar de vinhos secos a doces. Encontramos em abundância esse frisante na região italiana de Emilia-Romagna, na parte central do norte da Itália. Já o Prosecco vem da região do Vêneto, e tem seus melhore exemplares ao norte de Veneza. Ele tem conquistado o mundo e atualmente é o segundo vinho espumante mais vendido da Itália, perdendo apenas para o Asti. São rótulos secos e bastante frutados, e combinam muito bem com petiscos, na entrada de uma refeição ou também com a culinária japonesa. E aí, qual vai ser a sua escolha: Prosecco...
Read More
Aprenda a conservar seu queijo Parmesão

Aprenda a conservar seu queijo Parmesão

O queijo parmesão tem um sabor forte e trás benefícios a saúde, por ter bastante cálcio. Mas, como todos os outros laticínios, é perecível e, por isso, existem algumas dicas para conservá-lo sem comprometer sua qualidade e sabor. Mantenha o queijo refrigerado até 18º C. Para não ressecar a casca do seu parmesão, o mantenha sempre embrulhado em filme plástico ou alumínio após o consumo. Um truque para que ele não fique seco: com um garfo, fure o filme ou alumínio, permitindo que o queijo respire. Se ele estiver mofado, não desperdice! Com um pano umedecido em uma mistura de água e sal, tire o mofo e o bolor, mas lembre-se, apenas se eles forem superficiais. Um bom conselho é dividir o parmesão em duas partes, uma para ralar, outra para consumir em maiores tamanhos. Seguindo essas dicas, na geladeira, ele pode ser guardado por muitos meses. Antes de servir, deixe o queijo por volta de 1h fora da geladeira, assim ele ganha um frescor e sabor especial....
Read More
DIFERENÇAS ENTRE LAMBRUSCOS E PROSECCO

DIFERENÇAS ENTRE LAMBRUSCOS E PROSECCO

O Lambrusco e o Prosecco são dois famosos vinhos espumantes italianos bem conhecidos no Brasil. O Lambrusco basicamente é um vinho frisante e não espumante. Ele não possui aquela cremosidade dos Champagnes e nem tantas bolhinhas como o Prosecco. Diferentemente do Champagne, que tem sua segunda fermentação realizada na garrafa, o Lambrusco, fermenta dentro de tanques de inox. O nome Lambrusco vem da própria uva, Lambrusco, e ele pode variar de vinhos secos a doces. Encontramos em abundância esse frisante na região italiana de Emilia-Romagna, na parte central do norte da Itália. Já o Prosecco vem da região do Vêneto, e tem seus melhore exemplares ao norte de Veneza. Ele tem conquistado o mundo e atualmente é o segundo vinho espumante mais vendido da Itália, perdendo apenas para o Asti. São rótulos secos e bastante frutados, e combinam muito bem com petiscos, na entrada de uma refeição ou também com a culinária japonesa. E aí, qual vai ser a sua escolha: Prosecco...
Read More
O que evitar quando for armazenar vinho tinto

O que evitar quando for armazenar vinho tinto

Não armazene a garrafa de vinho na horizontal (normalmente quando colocado na geladeira). Isso aumenta o contato da superfície do vinho com o oxigênio. Não armazene a garrafa de vinho próximo à janela. Isso pode fazer com que a exposição ao sol estrague-o e mude de cor. Não armazene a garrafa de vinho em temperaturas acima de 21ºC. É preferível que mantenha na geladeira. Se você não tem ou não tem interesse em comprar alguns acessórios para preservar seu vinho tinto da forma mais adequada, tente colocá-lo numa garrafa menor para que a quantidade de vinho que fique em contato com o ar seja reduzida. Quais são os vinhos tintos que estragam mais facilmente? O Pinot Noir é um dos vinhos tinto mais sensíveis quando exposto ao ar. Vinhos antigos acima de 8-10 anos. Vinho orgânico ou vinho sem SO2 (dióxido de enxofre) são tipicamente mais frágeis. Algumas variedades de vinhos como Zinfandel, Nebbiolo, Grenache e Sangiovese....
Read More

Dicas para Começar a Apreciar Vinho

Busque as uvas da sua preferência – Dependendo da uva, o sabor e o aroma de um vinho podem mudar radicalmente. Para quem está começando a beber, o ideal é que o vinho seja a base de uvas mais leves, aromáticas e com pouca complexidade. Para os espumantes, prefira os feitos com a uva moscatel, que são doces e muito frutados. Bebidas elaboradas pelo método Asti, que é uma maneira de fabricar espumantes com fermentação em garrafa, também costumam ser adocicadas e muito suaves.   Se for aventurar-se num brut, prefira bebidas jovens para acompanhar algum petisco. Você também pode experimentar os vinhos licorosos, como o Vinho do Porto ou aqueles elaborados com uvas de colheita tardia. Para os brancos, escolha os jovens e sem passagem em carvalho, de preferência feitos com uvas como gewürztraminer, riesling ou sauvignon blanc. Tintos secos mais leves, como os pinot noir, gammay e merlot, também podem agradar aos paladares iniciantes....
Read More

Curiosas Teorias Sobre o Fundo da Garrafa de Vinho

Ao olharmos para o fundo da garrafa de vinho, podemos encontrar uma estranha concavidade em sua base, como se a mesma tivesse empurrada para dentro. Este curioso “buraco” encontrado na maioria dos recipientes que carregam a bebida, faz muita gente se perguntar:   Por que as garrafas de vinho tem o fundo côncavo? Garrafas com este fundo contém vinhos de melhor qualidade? A profundidade deste “buraco” quer dizer alguma coisa?   Talvez a concavidade tenha sido criada para solucionar um problema enfrentado por quem fabricava as garrafas e não por quem produzia o vinho ou qualquer outra bebida. E hoje são mantidos nos recipientes apenas por tradição. Existe também a teoria de que o gargalo serve para facilitar o manuseio ao servir. Alguns defensores desta teoria também dizem que, servir o vinho desta maneira, diminui o contato da mão com a garrafa, evitando o aumento da temperatura da bebida. Há a teoria de que alguns vinhos que ficaram guardados por muitos anos em adegas ou aqueles que não passaram por um processo de filtragem,...
Read More

Como armazenar o vinho depois de aberto?

O oxigênio transforma o vinho tinto em vinagre. Sendo assim, o segredo é fazer com que a superfície do vinho tenha pouco contato com oxigênio quando for armazenar vinho. Há alguns métodos utilizados para prolongar a vida do vinho na prateleira logo após aberto, todos baseados em minimizar a exposição ao oxigênio e até mesmo substituindo ou até mesmo removendo o oxigênio. Com os procedimentos corretos uma garrafa de vinho tinto pode ser armazenada por até uma semana.   Para armazenar vinho recoloque sempre a rolha na tampa garrafa logo após cada uso. Mantenha sempre a garrafa longe da exposição de luz e armazenada em temperatura ambiente. Na maioria dos casos manter o vinho sob refrigeração (na geladeira) é um ótimo caminho para permitir que o vinho se mantenha fresco por mais tempo, mesmo vinho tinto. Quando armazenado em baixas temperaturas o processo químico é desacelerado, incluindo o processo de oxidação, que ocorre quando o vinho é exposto ao oxigênio. Quando a garrafa de vinho aberta, com a rolha, é mantida numa geladeira, isso faz com que ele se mantenha...
Read More